Sobre o curso de jornalismo

Dando sequência aos posts sopre os cursos na faculdade, hoje é sobre o curso de jornalismo que foi pedido por vocês…

Fiz a entrevista com a Camila Albuquerque pelo facebook e euqueria agradecer a ela por ter respondido a todas as perguntas =)

large

Como você escolheu o curso que iria fazer? Teus pais te influenciaram? Escolhi há uns 7 anos, meio que sem querer. Sempre gostei de escrever e de me atualizar, e sempre me perguntei como era o processo de “fazer a notícia”, mas era muito nova e nem imaginava que havia uma verdadeira profissão por trás disso. Pesquisei e me informei, acabei percebendo que não havia outro curso no qual eu me encaixasse senão o Jornalismo. Foi amor à primeira “pesquisa no google” haha Meus pais e minha família sempre discordaram, queriam que eu fizesse Direito ou Nutrição, ou qualquer outra coisa mais “renomada”, diziam que era desperdício de talento. Mas minha família e minha mãe, principalmente, começaram a me dar apoio desde que comecei o curso, pois viram/leram muitos dos meus trabalhos e gostaram. Hoje em dia, ainda rola um preconceito de alguns conhecidos, mas nem ligo.

Como é o curso?  O curso é maravilhoso, você “vive” vários debates durante a semana, trabalha seu intelecto de várias formas que nem imaginaria e começa a entender como é, de fato, o processo por trás da notícia e a vida de um jornalista. Surpreende muito.

Em que áreas poderá atuar após o término da faculdade? O jornalismo te dá infinitas possibilidades de atuação durante e pós o curso, por incrível que pareça. Você pode arriscar ser repórter (seja na tv ou jornais impressos ou portais da internet que possuem esse tipo de interação), pode ser redator, pode ir pro rádio, pode optar por assessoria, pode ir para a redação de uma revista, etc. Tudo depende do quanto você irá correr atrás, da sua rede de contatos, do seu conhecimento e determinação. Eu, por exemplo, ainda não decidi em qual área seguirei, provavelmente o jornalismo cultural ou telejornalismo, mas tudo pode mudar semana que vem, as aulas modificam muito minhas vontades.

Qual sua matéria preferida e por quê? Ninguém consegue escolher uma matéria favorita pois são diversas cadeiras em 4 anos de curso e ainda nem estou na metade. Mas até agora, ando gostando de jornalismo fotográfico, comunicação e culturas contemporâneas e gostei muito de teorias do jornalismo (já concluída). Estou louca pra começar a oficina de jornalismo impresso, tenho um bom pressentimento quanto à essa cadeira.

O seu curso é mais prático ou teórico? Mais matérias de cálculo ou de leitura? Acho Meu curso bem “mesclado”, porque até as cadeiras teóricas exigem prática às vezes, por exemplo: produzindo artigos. Não existe nenhuma matéria de cálculo na grade do meu curso, existia economia (que foi descartada recentemente), então, é muita leitura (muita leitura mesmo!).

Como é o dia-a-dia na faculdade?  Dei sorte porque na instituição onde estudo (UFPB), os alunos só costumam ter aula em um horário (exceto os cursos integrais), então são 4 horas de aula direto, das 8 às 12 horas, e 5 cadeiras por período, então cada dia corresponde a uma matéria. É bem corrido em semanas cheias de seminários, mas vale a pena. Os professores costumam nos ajudar o quanto podem e uma parte ótima de se fazer jornalismo é a interação entre os alunos, que já que fazem comunicação, colocam isso em prática sempre. Amo meu prédio por causa disso.

Qual a maior dificuldade que você enfrenta na faculdade?  A dificuldade de muitos: infra-estrutura de algumas salas de aula, ignorados pela reitoria e os “representantes” dos alunos, etc. Mas no meu curso, sendo mais específica, poucos professores que faltam muito e às vezes a demanda de coisas para estudar/ler/exercitar.

Você sempre quis seguir esta profissão, ou pensou em ter outra carreira? Quando eu era criança, queria ser veterinária, mas isso só durou até meus 9 anos. Com uns 11 anos eu já sabia que queria Jornalismo. Desde então, até “testei” me interessar por outros cursos e nada, não tenho vocação pra nenhum outro, todos os meus amigos e familiares dizem isso. Abdiquei de uma vaga em Direito pra fazer Jornalismo.

Você tem bastante tempo livre em relação à faculdade, ou ela ocupa muito o seu tempo? Ocupa demais. Porque o curso, além de exigir os que os professores querem, também exige que os alunos estejam sempre atualizados, formulando opiniões sobre diversos assuntos que estão ocorrendo naquela semana, etc. É complicado porque também trabalho, então mal tenho tempo pra nada durante a semana.

Uma dica para a galera que deseja seguir essa profissão.  Se realmente acham que Jornalismo vale à pena, façam! Estejam cientes de que não é só escrita que vale, é a combinação de muitos atributos que aprendemos e desenvolvemos durante o curso. É apaixonante, inspirador e…difícil, infelizmente. A concorrência é grande e pode desanimar na hora de buscar um emprego, mas se você tem amor pela profissão e confiança em si mesmo, vai se sobressair. Exercite seu intelecto em diversas áreas, destaque-se enquanto tem tempo. Eu me apaixono cada dia mais pelo meu curso, espero que se optarem por ele, sintam o mesmo.

Teste aqui para ver se jornalismo é a carreira para você

O que fazer nas férias?

Até que enfim as férias de julho chegaram! Gente sério, estava cansada de ir pra aula, estudar e tal, chega na metade do ano eu estou sempre asssim, infelizmente as férias são de duas semanas, mas eu tento me desligar e descansar o máximo que eu conseguir! Não viajo muito essa época do ano, porque é mais complicado, tenho pouco tempo e corro o risco de voltar mais cansada para as aulas, mas nesses período faço novas metas para tirar notas boas (digo: recuperar as notas haha), eu gosto de ficar em casa, só não gosto de ficar no tédio, então separei algumas dicas para quem vai ficar em casa assim como eu, espero que gostem e se tiverem mais algumas dicas me falem :)

tumblr_lwa4ce1EGC1qipvdao1_500_large

Provavelmente vou viajar em três finais de semana, um para a praia, sítio e para o Rio Grande, são curtas mas vão ser legais, então já fiz um post com dicas para arrumar a mala de viagem. A primeira coisa que faço quando sei que vou viajar é a lista do que preciso levar, aí conforme o tempo passa eu lembro de mais coisas e vou anotando é bem difícil eu esquecer alguma coisa, pelo contrário sou exagerada e sempre sobra hahaha melhor assim né? Para ver o post é só clicar aqui.

0687_f9ba

Mas se você vai ficar em casa, tenho dicas super divertidas para você!

  • Primeiro de tudo, arrume seu material escolar, já deixe arrumado para depois não precisar mais se preocpar com isso e depois arrume e limpe todo seu quarto (isso inclui o guarda-roupa também), é uma época ótima para arrumar, deixar tudo organizado, ver o que você não precisa mais, depois vai ser mais fácil manter tudo no lugar! Caso queira, pode decorar seu quarto, separei alguns posts para você:

              Pinte uma parede                                                                   

              Faça um painel de fotos 

              Coloque algumas luzes no quarto

              Dicas se o seu quarto é pequeno

  • Você pode fazer um mini cenário em casa, ou ir num parque bonito da sua cidade, no quintal de casa e fazer uma sessão de fotos, chame suas amigas, ou até sua mãe! A minha sempre me ajuda com as fotos do blog, fica super legal e divertido! Você também pode também montar novos looks e deixar arquivado no seu computador, assim quando sair pode ir lá na pasta e ter inspirações de vários looks legais, inspire-se com o Fashion Set.
  • Que tal testar novas makes e penteados? Garanto que você deve ter várias inspirações lindas aí, ou viu vários tutoriais mas nunca teve tempo de praticar, a hora é agora! Aqui no canal do blog tenho alguns tutoriais e posso te ajudar. Que tal depois disso lavar todos os seus pincéis de make? Fiz um vídeo ensinando aqui.
  • Faça um SPA na sua casa! Hora de relaxar e ficar mais linda. Nesse post que fiz para aproveitar o feriado, tem várias dicas de como fazer um SPA e tirar um dia só para você!
  • Se você não pode ir no cinema, o cinema vai até você! hahaha, vá até a locadora e alugue muiiiitos filmes legais, faça pipoca e chocolate quente e aproveite o dia, pode chamar a amiga ou o namorado =)
  • Se você não sabe cozinhar, pode aprender agora, fazendo receitinhas deliciosas já ensinei a fazer:

            Bolo arco-íris

            Cake pops

            Chocolate quente

            Bolo de caneca

  • Se você sempre quis criar um blog, dei algumas dicas para você aqui. Aproveite que está de férias e tem bastante tempo livre para criar vários posts e vídeos legais.
  • Chame suas amigas para um passeio, pode ser tomar um sorvete, ir no shopping, fazer compras, ir no cinema, ou até mesmo fazer exercícios físicos e começar uma dieta! Aproveite para colcocar o papo em dia com sua BFF (:

Meninas lindas, espero ter ajudado vocês, eu também vou aproveitar essas dicas e espantar a preguiça para aproveitar da melhor forma minhas férias….

Beijos

Kit sobrevivência para ter na bolsa

Quem ai ama bolsas? Ahh eu acho que uma paixão universal das mulheres né? São lindas e sempre podemos e precisamos ter mais uma, não é assim que acontece? Pois é, por isso vale lembrar que alguns itens são muito importantes (na minha opinião é claro) e precisamos tê-los sempre conosco, para qualquer imprevisto… Eu prefiro bolsas maiores para quando saio de casa por mais tempo e bolsa menor, tiracolo, para saídas rápidas, passeios e tal. Por isso vim falar quais são as coisas que não podem faltar na minha bolsa e é bom vocês terem também =)

SAM_2538

Essa da foto é a minha nova paixão <3 ela tem mito espaço, leve e é da marca Fiorucci!

Além de chave de casa, celular, carteira com todos os documentos que não podem faltar, eu gosto sempre de levar fone de ouvido e um livro, acho que principalmente para quem mora em cidades maiores, que o trânsito é mais lento, demora mais para chegar nos lugares é bom ter uma distração;

Eu gosto de carregar lenços de papel, remédio para cólica e para dor de cabeça (odeio ficar doente fora de casa!) e uma escovinha de cabelo pequena com espelho. Ah! Também gosto de ter band-aid, não sei com vocês, mas comigo o calçado sempre machuca então eu gosto de ter, um absrovente é sempre bom também! Caso goste de maquiagem e esteja sando, pode levar para retocar, um lip balm é bom ter, pelo menos não gosto de ter a sensação de que o lábio está ressecado.

Também levo comigo uma presilha (pro caso da franja ficar rebelde) e um amarrador de cabelo. E se sua mãe fala que vai chover, ela está certa, então é bom carregar uma sombrinha pequena (só leve se o tempo tiver esquisito né haha)…

E se está no final do verão, é bom ter contigo um casquinho/cardigan de preferência preto, caso chova e o tempo esfrie um pouco, você não passa tanto frio. Se você ficar muiiito tempo fora de casa, leve também uma barrinha de cereal ou uma balinha para enganar a fome e um litrinho de água, nunca é demais prevenir, mas também só leve se tiver espaço na bolsa. Não adianta sair por aí com uma bolsa enorme e pesada.

Bom meninas, acho que se eu fosse sair por mais tempo levaria isso, pelo menos para mim é fundamental, sou um pouco exagerada e fico pensando, “e se acontecer isso ou aquilo preciso estar prevenida”, mas não precisam levar tudo o que eu disse, são apenas dicas ok? Eu vou fazer um post ou um vídeo mostrando o que tem na minha bolsa (:

Beijos

Dicas para quem quer criar um blog

Se você pensa que ter um blog é super diverido e legal está super certa, mas se você pensa que é fácil e que vai ganhar muito dinheiro está enganada, vou explicar…

Eu tinha muitas ideias para criar o meu blog, achava super legal e tal, e ficava pensando porque as blogueiras ficam um, dois ou mais dias sem postar? Deve ser tão fácil, simples e rápido, mas hoje eu entendo que merece muito dedicação… E eu pensei, tenho vontade e muita inspiração, vou criar meu blog, e criei o Blog Papo Diferente, não me arrependo, pelo contrário adoro ele e não gosto de ficar um dia sem postar, mas entendi que não é tão simples como parece, exige esforço, dedicação, capricho, paciência e outras virtudes =)

tumblr_m4p6zdRAER1qb5d33o1_500_large
Eu sei que muitas meninas querem criar um blog, ter um cantinho para colocar o que pensam, o que gostam, compartilhar dicas de amigas, não é mesmo? E isso é super legal, mas com essas dicas vai ficar mais fácil para vocês e espero ajudá-las!

  • Escolha um tema: Essa á dica mais importante eu acho, não dá pra você sair postando tudo o que pensa por aí, você precisa traçar metas, qual será o público do seu blog, sobre o vai querer falar, algo que você goste e que entenda, não adianta saber o que todo mundo já sabe sobre maquiagem por exemplo, logo seu assunto vai acabar e daí? Procure ter um diferencial dos outros blogs que já existem….
  • Tenha sempre uma agenda com você: mesmo que não tenha o blog ainda, mas se você estiver fora de casa e ter uma ideia poderá anotar e não irá se esquecer, essa ideia pode ser valiosa!
  • Escolha um nome: Super importante também! Não coloque nomes díficeis de pronunciar, de escrever, muito longos, ou muito clichês, pode ser até mesmo seu nome, eu escolhi Papo Diferente porque não falo só sobre um assunto, o foco principal é maquiagem e beleza, mas dou uns pitacos sobre moda, estudos, filmes, e outras cositas más hahaha
  • Caso não tenha muita grana para investir no começo em um Layout profissional, eu até acho que não precisa, primeiro faça um teste para ver se você vai gostar mesmo da blogosfera, escolha um tema legal, pode ser os gratuítos mesmo tem uns super legais e que não são tão comuns é só procurar!
  • Esteja presente em todas as redes sociais possíveis, assim facilitará sua divulgação, mas nada de ser chata ein, de ir pedindo para comentar, para curir e tal, seja educada e simpática, peça as pessoas para conhecerem seu blog, apresente-o!
  • Divulgue para amigos e parentes, o apoio deles é ótimo!
  • Tenha compromisso, por mais que seja um hobby, seja caprichosa, faça tudo da melhor forma, boas imagens, sem erros gramaticais, leia o post quando terminar, coisinhas básicas que vão deixar seu blog muito melhor.
  • Busque referências na internet, com blogueiras mais experientes, não estou falando para copiar, apenas converse, peça conselhos… elas poderão te ajudar muito!
  • Ahh! Nunca copie posts, ou minta para seus leitores, confiança é muiiiiito importante :)
  • Na agenda que eu falei ali em cima, programe sua semana, por exemplo, todo domingo eu pego minha agenda e coloco os dias das postagens e o que vou postar fica muito melhor para me organizar. Eu faço a maioria dos posts pela noite e deixo programado para o próximo dia, assim não tem como o blog ficar sem posts.
  • Seja educada, simpática e não seja “metida” no sentido de ser orgulhosa ou algo assim, carisma é muito importante. Aliás, tudo o que eu falei é muito importante…

Meninas, não criem seus blgos pensando no dinheiro, ele não vem da noite pro dia, eu mesma, meu blog é apenas um hobby, veja as blogueiras famosas, elas demoraram e se dedicaram muito antes de ter o blog como profissão #ficadica

Espero ter ajudado algumas de vocês, qualquer dúvida me falem =)

Beijos e boa semana, me mandem os links dos blogs de vocês, vou adorar conhecer!

Sobre o curso de Publicidade e Propaganda…

Hoje vou falar um pouco sobreo curso de PP que é um curso muito legal =)

large (1)

Teoria e prática fazem parte do curso, a graduação é focada em propaganda, ambiente promocional, moda, esporte, cultura, varejo e internet. Disciplinas como fotografia, redação publicitária e computação gráfica fornecem as técnicas de criação. O aluno também é treinado nas diversas linguagens da propaganda – política, comercial e institucional. Matérias das áreas de administração e economia complementam o currículo. É importante, por exemplo, saber como montar exigir um trabalho de conclusão. Na maioria delas, o curso de Publicidade é uma habilitação do bacharelado em Comunicação Social.

O curso dura em média 4 anos, deposi que se formar pode trtabalhar: Criando campanhas pblicitárias, gerenciar produto, marketing, mídia…. O salário inicial é de R$ 2.500,00.

Melhores faculdades: PUC Minas, UFRJ, UFPE (Recife), PUC Rio Grande do Sul.

#ficadica: Os analistas de mídias sociais – profissionais capacitados para interagir com clientes em redes sociais, como Facebook, Twitter, Orkut e LinkedIn, além de blogs – cada vez mais fazem parte do quadro das empresas. 

Separei dois testes para te ajudar, esse e esse.

Fonte: Guia do estudante

A universitária e também blogueira que conversei, é a Thammy do blog Mundo de Guria.

1.     Como você escolheu o curso que iria fazer? Teus pais te influenciaram?

Eu escolhi no último ano do ensino médio, ao me ver desesperada em ter que prestar vestibular e eu não me encaixar em nada. Eu sou bem comunicativa, então Publicidade e Propaganda caiu como uma luva. Meus pais não me influenciaram em nada. Aliás, sempre tem aquela piadinha de que seu tio vai passar a vida perguntando com é que você ganha dinheiro, sem saber o que você faz dentro de uma agência de Publicidade. (Aliás, poucas pessoas que não estão no mundo comunicólogo sabem o que é uma agência de Publicidade).

2.     Como é o curso? E porque você escolheu esse curso?

O curso é bem dinâmico e divertido. Temos muitos trabalhos em grupos e por eu já estar com o pé na sexta fase, temos bastante prática, que é realmente onde a gente aprende como fazer. Escolhi PP por ser um curso que envolve comunicação, espontaneidade, criatividade, dinamismo… E todas essas coisas eu me identifico.

3.      Em que áreas poderá atuar após o término da faculdade?

Fotografia, é meu foco principal.

4.     Qual sua matéria preferida e por quê?

Mesmo que meu foco seja fotografia, tem outras matérias que eu adorei cursar, como “Cinema” na segunda fase. Foi uma matéria muito especial e importante para mim. No final do semestre, gravamos um curta metragem. Foi bem divertido, nos sentimos dentro de um estúdio de cinema mesmo.

5.      O seu curso é mais prático ou teórico? Mais matérias de cálculo ou de leitura?

No início dos cursos, geralmente é mais teoria. Agora que acabei de passar da metade do curso, estamos aprendendo mais na prática mesmo. Claro que sem deixar a teoria de lado, mas há um equilíbrio. E com certeza envolve mais leitura. Aliás, pela graça de Deus, não temos nenhuma matéria exata em PP.

6.      Como é o dia-a-dia na faculdade?

Estudo à noite, então temos aula das 19:15 às 22:30h. É apenas uma matéria por noite, sendo 5 matérias por semana.

7.      Qual a maior dificuldade que você enfrenta na faculdade?

Isso depende muito do que nos é proposto. Tem matérias que eu consigo administrar com mais facilidade, outras nem tanto.

8.      Você sempre quis seguir esta profissão, ou pensou em ter outra carreira?

Quando eu era pequena, eu já quis ser veterinária, pediatra, fisioterapeuta, professora e todas essas coisas que as crianças pensam ser fáceis de fazer. A partir do momento que eu conheci matérias como química, física e biologia no ensino médio, descartei qualquer possibilidade de profissão que envolvesse isso. Tanto que se me perguntassem o que eu faria hoje, além de PP, eu não sei responder. Descarto qualquer profissão na área da saúde e de exatas.

9.     Você tem bastante tempo livre em relação à faculdade, ou ela ocupa muito o seu tempo?

Tenho aula apenas no período noturno, e eventualmente algumas atividades extra curriculares, que são exercidas durante o sábado. Porém eu acho um curso bem puxado, e como eu sou dedicada, gosto de ter tempo para fazer trabalhos e estudar para as provas.

10.  Uma dica para a galera que deseja seguir essa profissão.

Todo mundo pensa que pra ser Publicitário, precisa nascer criativo… Primeiro de tudo é tirar esse conceito da cabeça. Precisa ser criativo? Precisa! Mas você aprende a ser… Assim como aprende a ser médico, aprende a fazer cálculo e aprende a dar aula. Publicidade é um curso dinâmico onde exige muito trabalho em equipe, criatividade e força de vontade. Há muitas áreas de atuação nesse ramo, e o leque de opções é amplo. Espero que quem decida seguir essa profissão se realize e se sinta tão bem quanto eu me sinto em cursar algo que realmente amo.

Brigada por ter resposndido Thammy =)

E vocês, caso tenham dúvidas e sugestões de cursos, ou queiram dar alguma entrevista, é só deixar nos comentários, ou no e-mail blogpapodiferente@hotmail.com ou lá no Ask.

Beijos

Sobre o curso de engenharia civil….

Dando continuidade a série de posts, hoje vou falar sobre o curso de engenharia civil. Alguém pensa em fazer esse curso? Ahh se tiverem sugestões é só me falar :)

salario-de-um-engenheiro-civil

Disciplinas como matemática, física, estatística, desenho e lógica são o forte do currículo. Portanto, prepare-se para exercitar suas habilidades em cálculo e desenho. Há atividades em laboratório e matérias das áreas de Administração e Economia que ensinam técnicas e métodos de gerenciamento de projetos e equipes. Nos três anos finais, você cursa disciplinas mais ligadas às áreas de especialização escolhidas: estruturas, construção civil, hidráulica e saneamento, transportes ou geotecnia.

O curso geralmente dura 5 anos e você pode atuar em diversas áreas, contrução urbana, estrturas e fundações… As melhores universidades são: PUC e UFRJ-Rio de Janeiro; UFSC-Florianópolis; Porto Alegre-UFRGS; USP-São Paulo; Salvador-UFBA;PC-PR Curitiba. O salário inicial é de R$ 3.732,00.

#ficadica: Nos próximos cinco anos, o país precisará contar com 300 mil engenheiros de todas as áreas. E uma das maisimportantes – e carentes – é a da engenharia civil.Muitos graduados trabalham em outras áreas, como a financeira e de marketing. Hoje, com a recuperação econômica, o país depende mais do que nunca dos conhecimentos técnicos específicos dos engenheiros civis. Sem eles, programas federais como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Minha Cassa, Minha Vida, bem como as obras para a Copa do Mundo e as Olimpíadas, podem simplesmente parar.

Para saber se é o curso para você, faça esse teste e este para te ajudar.

Fonte: Guia do estudante

A entrevista de hoje é com a estudante Laís Cardoso, ela estudava no mesmo colégio que eu… Brigada por ter participado Laís

1. Como você escolheu o curso que iria fazer? Teus pais te influenciaram?

R: Eu escolhi pensando que por ser algo que eu farei a minha vida toda tinha que ser algo que me encantasse que despertasse em mim vontade de viver aquilo, porque se não se tornaria algo maçante depois de um tempo.  Não tive influência da minha mãe, ela sempre apoiou, mas nunca tinha me dado essa ideia de ser engenheira, quando ela falava algo sobre profissão que eu podia seguir ela falava sobre nutrição, mas saúde não é minha área de jeito nenhum. Quando chegou no tempo do vestibular ela apenas me ajudou a escolher a cidade e correr atrás de tudo pra conseguir, apoio dos pais é tudo. :D

2. Como é o curso? E porque você escolheu esse curso?

R: Eu escolhi por que sou apaixonada por construções, simplesmente me fascina. Fiquei muito em dúvida entre Arquitetura e a Engenharia Civil, mas como sempre adorei matemática e física e sabia que a Engenharia tinha muito mais, eu optei por ela, e com certeza fiz a escolha certa. O curso é puxado, a primeira fase (que é a que estou cursando) é uma base que todas as engenheiras têm, cada uma ‘’ puxando ‘’ pro seu lado, mas todas têm igual. São matérias básicas, pré-requisitos pras que vem adiante, tem que gostar de conta, porque não tem uma matéria que não tenha e gostar de estudar, por que mesmo tendo facilidade você se obriga a treinar com exercícios em casa.

3. Em que áreas poderá atuar após o término da faculdade?

R: Em qualquer tipo de obra como: casas, edifícios, pontes, viadutos, portos, barragens, ferrovias, estradas, canais. Além de pesquisa, isso em relação aos materiais utilizados na construção e a melhorias nas construções pra torná-las mais sustentáveis, etc. A escolha da área é bem mais pra frente e depende das metas de cada um, das preferências, etc.

4. Qual sua matéria preferida e por quê?

R: Como eu disse antes, as matérias ainda são muito básicas, mas a minha preferida é Cálculo, não é fácil e exige bastante esforço, mas eu adoro resolver as questões, então pra mim tem sido a melhor. Adoro desenho também, mas é aquela história, quando você não vai muito bem (meu caso) você acaba desgostando… hahaha.

5. O seu curso é mais prático ou teórico? Mais matérias de cálculo ou de leitura?

R: O curso tem muito dos dois e isso é uma das coisas que me apaixona. Por que sou hiperativa, não conseguiria fazer algo muito teórico. Na primeira fase é teoria pura, mas eu sei que isso será usado na prática daqui pra frente, e todas as matérias tem contas, umas bem menos que outras, mas os números estão sempre presentes.

6. Como é o dia-a-dia na faculdade?

R: Não tem muita ‘’matação’’ de aula, porque mesmo sempre correndo o risco de se deparar com professores que gostam de contar história e acabam enrolando sem dar muita aula, é muito conteúdo então quase não dá tempo. É corrido, mas na primeira fase não tem muito trabalho etc, pra frente quem quer fazer engenharia pode se preparar, por que tem muito, e são projetos extensos. Mas na universidade em si é tudo maravilhoso, pelo menos na minha (Unoesc campus de Joaçaba) é uma delícia, eu sempre fui do tipo que adorava estar na escola, na faculdade então, me sinto quase em casa, mesmo que seja cansativo, eu adoro.

7. Qual a maior dificuldade que você enfrenta na faculdade?

R: Pra mim é desenho por que eu não tinha base nenhuma e meu professor passa tudo correndo demais e é muito perfeccionista, e definitivamente me dou melhor com as contas por que não sou nada detalhista e acabo deixando passar certas coisas, mas com tempo a gente aprende haha.

8. Você sempre quis seguir esta profissão, ou pensou em ter outra carreira?

R: Só quando era bem menor que como todo mundo queria ser veterinária ou professora. Mas acho que desde mais ou menos a 6ª série, eu sempre soube que queria fazer isso. Pensava mais em Arquitetura, mas como desenho não é meu forte sei que escolhi certo.

9. Você tem bastante tempo livre em relação à faculdade, ou ela ocupa muito o seu tempo?

R: Como eu não trabalho eu tenho a tarde e a noite toda livres, ai vai de cada um por quanto tempo acha que deve estudar, eu estudo com dois amigos todo dia a tarde toda, mas tenho amigas que estudam bem menos que eu e vão bem também. Mas isso depende do semestre por que tem fases que tem aulas a tarde, à noite (meu período é matutino) e também os trabalhos que por serem projetos são extensos e levam tempo pra serem feitos.

10. Uma dica para a galera que deseja seguir essa profissão.

R: Gostar de conta, por que se não você enlouquece haha, e principalmente dar muito valor pras bases que tem na escola de química, física e matemática por que tudo que você imaginava que não iria mais precisar na vida: precisa.

VEM PRA RUA, VAMOS MUDAR O BRASIL ! :D

Sobre o curso de direito….

Semana passada eu comecei a dar dicas sobre qual curso escolher, você pode conferir aqui. E hoje começo falando do curso de direito.

large

O curso da graduação é generalista e enfatiza as ciências humanas. Os três primeiros anos são essencialmente teóricos, com aulas de português, sociologia, teoria do estado e economia, além de matérias específicas do Direito: civil, constitucional, penal, comercial e medicina legal. Nos trabalhos práticos, o aluno atua como juiz ou advogado em simulações de julgamentos. Em geral, a carreira e a especialização a ser obtida numa pós-graduação começam a ser definidas no quinto ano, na escolha das disciplinas de formação específica. São obrigatórios o estágio e uma monografia para obter o diploma.

O curso tem duração de cinco anos, e depois de formado, após estar inscrito na OAB você pode trabalhar em vários setores, Direito civil, administrativo, ambiental, comercial, direito do consumidor, penal ou criminal, trabalhista, advocacia pública, em uma delegacia e até no ministério público. Trabalho é o que não falta!

O salário inicial é de aproximadamente R 2.002,99 e para saber se esse é o curso que deve fazer, faça esse teste aqui.

Fonte: Guia do Estudante

Eu fiz uma entrevista com a Amanda Paduan, do blog Rendas de Cetim, porque ela cursa direito….

Como você escolheu o curso que iria fazer? Teus pais te influenciaram?

Eu decidi fazer Direito porque achei que era um curso que tinha algo parecido comigo. Quando eu completei 18 anos eu não sabia o que fazer então comecei um curso TOTALMENTE diferente de mim (Tecnologia em Manutenção Industrial – UTFPR) e só passava raiva, tristeza e me sentia muito mal com tudo aquilo, afinal, eu nunca gostei da área de exatas mas achava que conseguiria aprender a gostar. Bom, isso não aconteceu e eu sai da faculdade. Fiquei um tempão sem fazer nada, resolvendo o que seria melhor pra mim, e foi aí que comecei a fazer vários testes vocacionais (o site Guia do Estudante me ajudou muito!), a pesquisar um pouco mais sobre as profissões que eu achava interessante, e Direito era uma delas, então decidi fazer.Meu pai me influenciou muito pra fazer Tecnologia em Manutenção Industrial, mas depois viu que aquilo não era pra mim e passou a aceitar qualquer curso que eu decidisse fazer. Minha mãe me apoiou desde sempre, ela sempre disse que eu deveria fazer só o que eu gostasse.

Como é o curso? E porque você escolheu esse curso?

O curso é muito legal! Se você gosta da área de humanas, gosta de ler (não precisa ser apaixonado por leitura), gosta de escrever, é um curso muito bom! Eu ainda estou no primeiro período e todo mundo sempre me disse que é o período o mais chato do curso, e eu estou gostando, então acho que é um bom sinal, haha!

Escolhi cursar Direito porque fiz vários testes vocacionais e percebi que sempre tinha Direito meio, e porque eu passei a pensar no que eu GOSTO de fazer, e não no que eu sou BOA em fazer (eu não me acho boa em nada, então era difícil pensar no que eu era boa, algo em que eu me dest

Em que áreas poderá atuar após o término da faculdade?

Ainda não sei muito bem, mas sei que tenho um grande leque de áreas para atuar! A maioria das profissões na área do Direito exigem a carterinha da OAB, então antes de tudo precisamos passar na prova. O bacharel em Direito pode atuar como delegado, promotor, juiz, desembargador, advogado, oficial de justiça, em fim, muita coisa!

Qual sua matéria preferida e por quê?

Teoria Geral do Estado (TGE). Dizem que o professor nos ajuda a gostar ou não da matéria, não é? Pois bem, eu adoro meu professor de TGE, acho que é por esse motivo que gosto da máteria, haha! Meu professor é daqueles que buscam algo mais nos alunos, não ficando apenas no básico da sala de aula. Ele sempre nos passa trabalhos que nos ajudam a entender muito mais sobre a matéria. TGE é uma matéria que fala sobre o Estado, sobre como ele se forma, como ele é constituído, etc.

O seu curso é mais prático ou teórico? Mais matérias de cálculo ou de leitura?

No momento é mais teórico, estou aprendendo sobre o início do Direito, enfim, matérias que tratam sobre a história do Direito. Mas sei que logo logo ele fica mais prático! Eu também só tenho aulas que envolvem a leitura, mas acredito que futuramente terão algumas matérias que envolvam algumas contas (medo!).

Como é o dia-a-dia na faculdade?

Eu gravei um vídeo recentemente mostrando como é o meu dia a dia na faculdade, o link é esse aqui: http://www.youtube.com/watch?v=BevNGOX42kg mas vou falar um pouquinho como é. Bom, eu saio de casa lá pelas 18h55 (vou a pé para a facul, moro bem perto de lá) e as aulas começam umas 19h10. Tenho sempre 2 aulas da mesma matéria (ex: se vou ter aula de TGE, tenho duas aulas de TGE), a aula geralmente termina umas 20h45. Saio, como alguma coisa ou fico sentada conversando com minhas amigas. Volto pra sala as 21h10 e assisto mais duas aulas. 22h30 termina a aula e eu vou embora.

Qual a maior dificuldade que você enfrenta na faculdade?

Acredito que os seminários. Eu ainda sofro um pouco com apresentações em público, acho difícil falar e saber expressar meus pensamentos quando fico lá na frente da turma. Acredito que essa é uma super dificuldade pra mim!

Você sempre quis seguir esta profissão, ou pensou em ter outra carreira?

Quando eu era mais nova, com uns 13 ou 14 anos eu dizia que queria fazer Direito para poder ser juíza. Depois o tempo foi passando e até esqueci disso, mas acho que o sonho ficou preso em mim, porque acabei cursando Direito, haha!

Você tem bastante tempo livre em relação à faculdade, ou ela ocupa muito o seu tempo?

Eu não trabalho, então só estudo. Como eu estudo a noite eu tenho o dia todo livre, o que ajuda a poder fazer os trabalhos, estudar para as provas, e tudo mais. Acredito que se eu trabalhasse sofreria um pouquinho com a falta de tempo, porque gente, tem muito trabalho! Mas acho que dá para conciliar tudo!

Uma dica para a galera que deseja seguir essa profissão.

Antes de tudo, veja se a leitura, a escrita, a área de humanas são tarefas que você gosta, pois você vai passar 5 anos da sua vida fazendo isso. Veja vídeos na internet sobre a profissão, busque saber o máximo sobre ela! Se você fez tudo isso e percebeu que quer mesmo cursar Direito, então vá em frente, meta a cara, e se não gostar, saia e tente outra coisa, afinal, nós temos que fazer algo que gostamos!

Obrigada pela entrevista Amanda!

Alguém aí pensa em cursar direito?