Sobre o curso de jornalismo

Dando sequência aos posts sopre os cursos na faculdade, hoje é sobre o curso de jornalismo que foi pedido por vocês…

Fiz a entrevista com a Camila Albuquerque pelo facebook e euqueria agradecer a ela por ter respondido a todas as perguntas =)

large

Como você escolheu o curso que iria fazer? Teus pais te influenciaram? Escolhi há uns 7 anos, meio que sem querer. Sempre gostei de escrever e de me atualizar, e sempre me perguntei como era o processo de “fazer a notícia”, mas era muito nova e nem imaginava que havia uma verdadeira profissão por trás disso. Pesquisei e me informei, acabei percebendo que não havia outro curso no qual eu me encaixasse senão o Jornalismo. Foi amor à primeira “pesquisa no google” haha Meus pais e minha família sempre discordaram, queriam que eu fizesse Direito ou Nutrição, ou qualquer outra coisa mais “renomada”, diziam que era desperdício de talento. Mas minha família e minha mãe, principalmente, começaram a me dar apoio desde que comecei o curso, pois viram/leram muitos dos meus trabalhos e gostaram. Hoje em dia, ainda rola um preconceito de alguns conhecidos, mas nem ligo.

Como é o curso?  O curso é maravilhoso, você “vive” vários debates durante a semana, trabalha seu intelecto de várias formas que nem imaginaria e começa a entender como é, de fato, o processo por trás da notícia e a vida de um jornalista. Surpreende muito.

Em que áreas poderá atuar após o término da faculdade? O jornalismo te dá infinitas possibilidades de atuação durante e pós o curso, por incrível que pareça. Você pode arriscar ser repórter (seja na tv ou jornais impressos ou portais da internet que possuem esse tipo de interação), pode ser redator, pode ir pro rádio, pode optar por assessoria, pode ir para a redação de uma revista, etc. Tudo depende do quanto você irá correr atrás, da sua rede de contatos, do seu conhecimento e determinação. Eu, por exemplo, ainda não decidi em qual área seguirei, provavelmente o jornalismo cultural ou telejornalismo, mas tudo pode mudar semana que vem, as aulas modificam muito minhas vontades.

Qual sua matéria preferida e por quê? Ninguém consegue escolher uma matéria favorita pois são diversas cadeiras em 4 anos de curso e ainda nem estou na metade. Mas até agora, ando gostando de jornalismo fotográfico, comunicação e culturas contemporâneas e gostei muito de teorias do jornalismo (já concluída). Estou louca pra começar a oficina de jornalismo impresso, tenho um bom pressentimento quanto à essa cadeira.

O seu curso é mais prático ou teórico? Mais matérias de cálculo ou de leitura? Acho Meu curso bem “mesclado”, porque até as cadeiras teóricas exigem prática às vezes, por exemplo: produzindo artigos. Não existe nenhuma matéria de cálculo na grade do meu curso, existia economia (que foi descartada recentemente), então, é muita leitura (muita leitura mesmo!).

Como é o dia-a-dia na faculdade?  Dei sorte porque na instituição onde estudo (UFPB), os alunos só costumam ter aula em um horário (exceto os cursos integrais), então são 4 horas de aula direto, das 8 às 12 horas, e 5 cadeiras por período, então cada dia corresponde a uma matéria. É bem corrido em semanas cheias de seminários, mas vale a pena. Os professores costumam nos ajudar o quanto podem e uma parte ótima de se fazer jornalismo é a interação entre os alunos, que já que fazem comunicação, colocam isso em prática sempre. Amo meu prédio por causa disso.

Qual a maior dificuldade que você enfrenta na faculdade?  A dificuldade de muitos: infra-estrutura de algumas salas de aula, ignorados pela reitoria e os “representantes” dos alunos, etc. Mas no meu curso, sendo mais específica, poucos professores que faltam muito e às vezes a demanda de coisas para estudar/ler/exercitar.

Você sempre quis seguir esta profissão, ou pensou em ter outra carreira? Quando eu era criança, queria ser veterinária, mas isso só durou até meus 9 anos. Com uns 11 anos eu já sabia que queria Jornalismo. Desde então, até “testei” me interessar por outros cursos e nada, não tenho vocação pra nenhum outro, todos os meus amigos e familiares dizem isso. Abdiquei de uma vaga em Direito pra fazer Jornalismo.

Você tem bastante tempo livre em relação à faculdade, ou ela ocupa muito o seu tempo? Ocupa demais. Porque o curso, além de exigir os que os professores querem, também exige que os alunos estejam sempre atualizados, formulando opiniões sobre diversos assuntos que estão ocorrendo naquela semana, etc. É complicado porque também trabalho, então mal tenho tempo pra nada durante a semana.

Uma dica para a galera que deseja seguir essa profissão.  Se realmente acham que Jornalismo vale à pena, façam! Estejam cientes de que não é só escrita que vale, é a combinação de muitos atributos que aprendemos e desenvolvemos durante o curso. É apaixonante, inspirador e…difícil, infelizmente. A concorrência é grande e pode desanimar na hora de buscar um emprego, mas se você tem amor pela profissão e confiança em si mesmo, vai se sobressair. Exercite seu intelecto em diversas áreas, destaque-se enquanto tem tempo. Eu me apaixono cada dia mais pelo meu curso, espero que se optarem por ele, sintam o mesmo.

Teste aqui para ver se jornalismo é a carreira para você

4 pensamentos sobre “Sobre o curso de jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s